Archive for Março, 2008

h1

Photgrácio nº 18

31 Março, 2008

 

A partir desta edição o PhotoGrácio deixa de ter as secções fixas com que viveu desde a sua criação, passando a ter formato de blogue e deixando de ser um site de internet. Contudo as edições anteriores ficarão disponíveis em http://photogracio.com.sapo.pt

Cremos que desta forma passa a ter um aspecto mais aligeirado permitindo a inclusão de pequenas observações que podem ser sobre o mesmo tema mas referindo-se a pormenores diferentes.

Os principais temas continuarão a ser os da Fotografia da Natureza sem exclusão de outros que possam estar com ela relacionados. A Fotografia da Natureza no seu estado puro é hoje uma miragem.Quando se fotografa,por exemplo,uma perdiz no campo ninguém nos garante que ela não foi criada em cativeiro.O camão sem a
intervenção humana possivelmente não existiria em Portugal.E poderíamos indicar muitos mais exemplos tanto no campo da fauna como da flora.Portanto o chamado património natural é hoje,e cada vez mais, um património com intervenção humana.

Se eu fotografar as ilhotas do Alqueva dirão que estou a fazer fotografia da natureza.E se fotografar a barragem que lhes deu origem?Já não estou a fazer fotografia da natureza?
Talvez o mais ajuízado seja falar-se de fotografia de exteriores ou fotografia ao ar livre.Mas esta classificação é demasiado abrangente.

Pessoalmente,que admito ser fotógrafo da natureza,embora amador,sempre tive em mente não escolher para tema principal das minhas fotografias a figura humana.O que não implica exclusão. Será isto suficiente para ser um fotógrafo da natureza?Infelizmente o termo que mais me agrada é inglês: Outdoor Photographer.

 

Anúncios
h1

Mamíferos do Parque Biológico de Gaia

15 Março, 2008
Clique nas Fotos

A quase totalidade de mamíferos que se observam no Parque Biológico de Gaia estão em cativeiro. Ainda assim é possível, com alguma sorte, ver o irrequieto esquilo-vermelho. E, com um pouco de sorte adicional, conseguir fotografá-lo fora dos comedouros. Foi o que nos aconteceu. Quanto ao coelho-bravo, bem, eles aqui estão em total liberdade. Embora possa haver uma ou outra raposa isto continua a ser um “Paraíso”.Como ninguém lhes faz mal o seu comportamento é aparentado ao do coelho-manso. Dos restantes mamíferos quero salientar a lontra. O seu nariz e os seus bigodes só não tocaram na objectiva fotográfica porque tinham uma vidraça a separá-los. Ver uma lontra adulta, mesmo em cativeiro, parada a tão curta distância não é muito vulgar. Se isto tivesse acontecido na minha infância eu ficaria tão excitado como as crianças que, no momento, estavam a meu lado. O Toirão existe em liberdade no Continente, na Madeira e em algumas ilhas dos Açores. São bastante conhecidas entre as populações as formas assilvestradas que os caçadores usam para fazer sair os coelhos-bravos dos seus túneis subterrâneos (Covas). Finalmente a Cabra-brava ,até há pouco extinta do território nacional, parece estar de novo presente no Parque Nacional da Peneda-Gerês com populações vindas da Galiza.

 


02-celho-bravo.jpg

03-fuinha.jpg

04-lontra.jpg

05-esquilo-vermelho.jpg

06-toirao.jpg

07-cabra-brava.jpg

 

Quem quiser saber mais sobre o Parque Biológico de Gaia, que se situa em Avintes, perto do Porto, deve visitar: http://www.parquebiologico.pt

Mas o melhor é ir mesmo lá. Tenho a certeza de que vão gostar.

Nota Final : A partir da próxima edição o Photográcio deixará de ter secções fixas. Uma edição sem temas pré-definidos permitirá ao autor uma maior liberdade de escolha e, certamente, despertará maior curiosidade entre os potenciais visitantes.

%d bloggers like this: