h1

BRAGANÇA II Capital das Borboletas | BRAGANÇA II Capital of Buterflies

1 Novembro, 2010

Nas seis imagens seguintes estão cinco espécies de borboletas, quatro diurnas e uma nocturna. As duas últimas são da espécie nocturna.

Segundo Maravalhas, já várias vezes aqui citado, têm o estatuto de “Espécie em Perigo de Extinção” a Erebia triaria, a Hamearis lucina e a Aricia eumedon. Esta, no nosso país, só se encontra no nordeste transmontano. A primeira também pode ser vista no Gerês e a segunda em Boticas, além do Gerês. Mas nestes dois casos em áreas mais restritas.

Segundo o mesmo autor e investigador a Aporia crataegi, à semelhança da Limenitis reducta cuja imagem foi incluída no final da 1ª parte, é uma espécie “Moderadamente Ameaçada”.

Aporia crataegi

Erebia triaria

Hamearis lucina

Aricia Eumedom (Casal)

As duas imagens seguintes são da borboleta nocturna Autographa gamma. Embora seja pela sua morfologia e comportamento uma espécie nocturna também tem actividade diurna. É uma borboleta migradora e uma das mais vulgares.  A tal ponto que no princípio de Junho em Montesinho havia milhões delas. Acreditem que não estou a exagerar. Em cada passada que dava levantava voo, no mínimo, uma dezena delas.  Às vezes eram tantas que chegaram a prejudicar a localização e seguimento de espécies que me interessava fotografar.

Porquê a inclusão destas duas imagens?

As borboletas nocturnas quando incomodadas durante o dia fogem assustadas do possível predador, dão um voo,geralmente não muito longo, e aterram escondendo-se de imediato nas partes mais baixas das ervas. Nestas condições não é fácil fotografá-las. Além disso têm tendência a ficarem inclinadas de cabeça para baixo com as asas fechadas por cima do abdomen. O que se vê, na maioria dos casos, é a parte inferior do insecto em especial do abdomen. Ora no caso da Autographa gamma, assim conhecida por causa da letra grega em cada uma das asas, elas eram tantas que aterravam esbaforidas e nas posições mais insólitas. Por isso, aproveitei para fotografar uma na sua posição normal de repouso mas em cima de uma folha sem qualquer obstáculo a escondê-la.

Na segunda imagem já há obstáculos mas o insecto estava imóvel e de asas abertas.  Isto não é vulgar. Confesso que a fotografei porque não resisti ao impacto da composição e do design desta soberba obra de arte da mãe Natureza.

Autographa gamma

Autographa gamma

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: