h1

Cabo Verde V | Cape Verde V

1 Dezembro, 2011

No Monte Verde além do pardal também fotografei o Peneireiro-vulgar. Em Portugal esta espécie tem o nome científico de Falco tinnunculus mas o de Cabo Verde, mais precisamente o da ilha de S.Vicente, embora semelhante e com o mesmo comportamento em voo, chama-se Falco neglectus. Nesta ilha também vi, mas não fotografei, Corvos no Monte Verde, duas Codornizes na ribeira do Calhau e uma Águia-pesqueira sobrevoando o porto do Mindelo.

Falco neglectus

Falco neglectus

Na ilha de Santiago a minha presença foi breve o que naturalmente se reflecte no número de fotografias a aves.

Fiz o percurso que vai da povoação de Rui Vaz á Cidade Velha que numa dedicação exclusiva à ornitologia e à fotografia a ela associada daria resultados muito animadores. Mas a pressa era muita e os objectivos díspares.

Mesmo assim consegui fotografar o Falcão característico desta região e que,além de Santiago,só se encontra no Fogo e na Brava. É um falcão também parente do “tinnunculus” mas maior.Cauda maior e peito mais riscado. Na língua inglesa tem o nome de Alexander´s Kestrel ou Great Cape Verde Kestrel.Para os cientistas é o Falco alexandri.

Falco alexandri

Falco alexandri

Neste percurso fora do asfalto também vi Corvos e um bando de Galinhas-do-mato ou Peladas (Numida meleagris). Tal como a codorniz em S. Vicente é uma espécie introduzida.

A ave que mais me cativou pela sua beleza foi o Guarda-rios. Não admira que os cabo-verdianos a tenham eleito Ave Nacional. O nosso Guarda-rios é o Alcedo althis e pertence à família Alcedinidae. O de Cabo Verde pertence á família Halcyonidae e tem o nome científico de Halcyon leucocephala. Designativo da espécie com raíz  grega. De leukós “branco” e kephalo “cabeça”. Ou seja Alcion de cabeça-branca. E é este o nome vulgar que lhe dão os espanhois “Alcion cabeciblanco”. Os franceses e os de língua inglesa fogem um pouco do branco e chamam-lhe, respectivamente, ”Martin-chasseur à tête grise”e “Grey-headed kingfisher”. Com bastante surpresa os naturais de Cabo Verde mandaram tudo isto às malvas e tratam-na carinhosamente por “Passarinha”. Estranho, não é?

A Passarinha embora seja um “Martin-chasseur” ou um kingfisher” não faz vida junto da água. Até é frequente vê-la nos meios urbanos em cima das antenas e dos postes de telefone. A sua alimentação é à base de insectos, frutas e repteis. Embora seja considerada uma ave comum só se encontra nas ilhas do Sotavento ou seja na Maio,  Santiago, Fogo e Brava.

Passarinha

Passarinha

Esta imagem foi captada na Cidade Velha. Sobranceiro a esta zona costeira fica o morro com a Fortaleza de S. Filipe. No final do dia tive a oportunidade de a fotografar em contra-luz.

Fortaleza S.Filipe

Fortaleza S.Filipe

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: