h1

Aves do estuário do Tejo V | Birds from the Tagus estuary V

15 Outubro, 2013

Esta 5ª edição das Aves do Estuário do Tejo é dedicada à garça que pelas suas cores,dimensões e comportamento acolhe as minhas preferências ornitológicas.  Estou a referir-me à Garça-vermelha (Ardea purpurea). É mais pequena mas menos comum que a Garça-real. O seu estatuto de conservação é EN que significa “Em perigo”, ou seja,o seu risco de extinção é muito elevado.

Em Portugal só aparece na época estival sendo os locais que mais frequenta o Estuário do Tejo e a Ria de Aveiro.  A sua alimentação é à base de peixes, lagostins e anfíbios que caça em valas e arrozais.  A primeira das imagens revela um encontro desta elegante ave com uma garrafa de plástico. Fazendo apelo aos termos de uma demissão política que ocorreu em meados do corrente ano apetece-me dizer que este encontro bem podia ter sido revogável não fosse o desleixo e a incúria de um dos nossos concidadãos que pelos vistos trata a Terra como se fosse uma lixeira. E no entanto,como acontece quase sempre,um simples gesto teria revogado o que se tornou irrevogável.

Irra! Há gente que devia ser obrigada a viver,ainda que gratuitamente,num alojamento adequado ao seu comportamento. Isso mesmo, numa pocilga.

Garça-vermelha

Garça-vermelha

Garça-vermelha

Garça-vermelha

Garça-vermelha

Garça-vermelha

Garça-vermelha

Garça-vermelha

Garça-vermelha

Garça-vermelha

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: