Archive for the ‘Fogo’ Category

h1

A Árvore e o Fogo (V) | The Tree and the Fire (V)

1 Abril, 2009

Conjunto de três imagens sobre incêndios em árvores.

0120-caminhos-do-fogo-iv1

20 CAMINHOS DO FOGO IV

A fotografia Nº 20 foi captada a quente, ainda com fumarolas no pinhal. Fiquei impressionado com as manchas vermelhas no tronco de alguns pinheiros. Parecia que sangravam.

0121-caminhos-do-fogo-v

21 CAMINHOS DO FOGO V

Já na Nº21 a minha sensibilidade foi tocada pelo contraste da cor escura dos troncos das árvores com a cor creme das copas o qual se repete com a cor da terra não pisada e a dos carreiros dos animais e das pessoas.

0122-caminhos-do-fogo-vi

22 CAMINHOS DO FOGO VI

Por fim a Nº22,captada muito tempo após o fogo,além da mistura do “objecto” com as suas sombras é mais um exemplo sobre a limpeza da floresta. Não é feita nem antes nem depois do fogo.

0123-caminho-da-tristeza

23 – CAMINHO DA TRISTEZA

Ao contrário do que acontece na alegria e no prazer ( Vidé texto e fotografia Nº 1 ) agora já nada se passa a correr. A recuperação é muito lenta e quase sempre incompleta. Fica tudo a Preto e Branco. Mais a Preto do que a Branco.  A única excepção é o acesso, largo, limpo e que pode ser percorrido confortavelmente de viatura.  Para que ninguém diga que nunca viu, que fica longe, que não possui árvores, que nada disto lhe diz respeito. Será que há gente que não vive na Terra?

Obsv.: Com esta última série fica concluído o trabalho fotográfico sobre “A Árvore e o Fogo”.

Anúncios
h1

A Árvore e o Fogo (IV) | The Tree and the Fire (IV)

1 Janeiro, 2009

Conjunto de três fotografias cujas imagens simbolizam os incêndios nas florestas.

0117-caminhos-do-fogo-i

17 – CAMINHOS DO FOGO I

Na “Caminhos do Fogo I” o fogo entra na floresta deslocando-se da direita para esquerda.O primeiro plano e o lado esquerdo apresentam-se com algum verde porque estão menos queimados.

0118-caminhos-do-fogo-ii

18 – CAMINHOS DO FOGO II

A “Caminhos do Fogo II” representa um tronco de árvore a ser “comido”pelo fogo.

0119-caminhos-do-fogo-iii

19 – CAMINHOS DO FOGO III

Por sua vez a “Caminhos do Fogo III” pretende simbolizar pedaços de árvore e folhas a caírem em chamas.

h1

A Árvore e o Fogo (III) | The Tree and the Fire (III)

1 Outubro, 2008

14 –  DESFLORESTAÇÃO

15 –  DESFLORESTAÇÃO

Forças que pelos mais diversos motivos pretendem derrubar as árvores e eliminar as florestas, em especial de espécies protegidas por lei, ou que, muitas vezes, se situam em zonas de reconhecido interesse público ambiental onde este tipo de alterações carece de autorização prévia. A primeira imagem inclui um poste com linha telefónica.É que mesmo no caso do uso da politica do facto consumado tem de haver coordenação e comunicação.Há sempre coniventes.

16- NÃO HÁ ESTRELAS NO CÉU

É dia mas a escuridão abate-se sobre a terra. Avizinham-se momentos difíceis e muitas vezes evitáveis. Aquela luz é suave mas enganadora. Não há estrelas no céu. Foram para “outra guerra” e deixaram a floresta desprotegida.

Continua…

h1

A árvore e o fogo (II) | The tree and the fire (II)

30 Junho, 2008
Clique nas Fotos

O tratamento dado, por vezes, à floresta é mesmo este: sem pés nem cabeça. Mas também simboliza a relação do homem com a floresta. Na maioria dos casos só lhe interessa o tronco das árvores.

8 e 9 – SEM PÉS NEM CABEÇA I e II

Houve um incêndio. Muitas árvores foram queimadas. Umas morrem outras sobrevivem e voltam a rebentar.

Ninguém se preocupa em limpar a massa queimada e morta. País rico!?

10 – PÉ VIVO EM CORPO MORTO

A árvore é um ser vivo. Numa floresta há dezenas, centenas e até milhares de indivíduos. Como nós são todos diferentes embora pertençam à mesma espécie.Todos merecem ser bem tratados e de igual modo.

11 – TODAS DIFERENTES TODAS IGUAIS

Imagem construída com exposição múltipla. A limpeza faz-se retirando a massa morta e as espécies não desejadas. Neste caso a limpeza é a fogo porque aguarda o próximo incêndio.

12 – FLORESTA COM LIMPEZA A FOGO

Um velho provérbio diz “As árvores morrem de pé”. E uma da imagem faz jus ao provérbio. Morte por doença? Talvez, quem sabe? Duas certezas: não teve morte violenta nem morreu sozinha. Sempre teve junto de si familiares, vizinhos e amigos.

13 – UMA MORTE ASSISTIDA

h1

A Árvore e o Fogo | The Tree and the Fire

1 Abril, 2008
Clique nas Fotos

Uma conhecida empresa promove anualmente um concurso de fotografia para amadores e profissionais. O ano passado decidimos participar. Era necessário apresentar um tema com pelo menos 20 fotografias devidamente legendadas. Enviamos 23 e, como exigia o regulamento, impressas em papel e gravadas em CD. Passado o tempo previsto para a decisão do júri o conjunto foi-nos entregue num dos estabelecimentos da empresa embora com algumas peripécias características do rigor que as entidades dominantes costumam pôr nestas coisas. Pela forma como fizemos a embalagem tivemos a certeza que pelo menos as fotografias e o texto do CD não foram vistos por ninguém. Mistérios dos concursos com vencedor antecipado.

Nesta e nas próximas edições vamos apresentar o “material” enviado a esse concurso. Duas ou três das 23 Imagens já foram apresentadas em edições anteriores como é o caso da nº 1.

01-caminho-da-alegria.jpg

1 – CAMINHO DA ALEGRIA

É uma alegria, para os olhos e para o espírito, passear por entre as alas de um pomar de pessegueiros em flor. Mas na vida moderna tudo se passa a correr. A beleza e o odor das flores são efémeros. O período de floração é curto. E nós temos pressa.

02-azinheira-escola.jpg

2 – A AZINHEIRA ESCOLA

À sombra desta árvore muitas crianças tiveram aulas ao ar livre. Um ser magnífico “que já não sabe a idade”.

03-choupos-uma-maternidade-a-ceu-aberto.jpg

3 – CHOUPOS – UMA MATERNIDADE A CÉU ABERTO

Tal como nas urbes os locais para habitação são escassos e sujeitos a grande concorrência.As reservas são feitas por ordem de chegada.Para garantirem um ninho vão para lá com meses de antecedência.E se alguém se lembrar de fechar o Centro de Saúde,neste caso de derrubar as árvores da Maternidade!O que é que acontece?Alguém sabe se há e onde ficam as alternativas?

04nas-profundezas-do-montado.jpg

4 – NAS PROFUNDEZAS DO MONTADO

No meio da multidão escolhi um. Mas há ali qualquer coisa que me fez lembrar o género feminino. Sim, é um sobreiro mas antes de tudo uma árvore, feminina, criadora de riqueza.Tiraram-lhe as vestes. Ficou rubra. Mas tem nove anos para se recompor.

05-quem-tem-capa-sempre-escapa.jpg

5 – QUEM TEM CAPA SEMPRE ESCAPA

É uma exposição múltipla.Quanto mais cerrada é a copa maior é a nossa protecção. Na época do aquecimento global, dos buracos do ozono e dos melanomas é sempre bom ter por perto a mais natural das protecções solares.

06-em-tronco-nu-i.jpg

07-em-tronco-nu-ii.jpg

6 e 7 – EM TRONCO NU I e II

É a essência das árvores. A madeira,a sua seiva,a sua gema. A riqueza tanto pode estar no invólucro como no conteúdo ou em ambos.É mais certa no conteúdo.Ignorá-la ou desprezá-la não é próprio de um país pequeno e com tantas carências.

%d bloggers like this: